sexta-feira, 11 de maio de 2012

VIII Capítulo



Na manhã seguinte, vi o telemóvel tinha 10 chamadas não atendidas, 5 mensagens que eram todas do Nuno por isso apaguei tudo e mandei uma mensagem à Vera a dizer que não iria com eles nas férias da Pascoa e que como eu já tinha pago para dar o meu lugar à Clara, mas claro sem contar a ninguém.

De seguida fui tomar banho, deixei que as lágrimas, que larguei ao pensar na noite anterior, se misturassem com a água e que todas as recordações daquela noite se fossem com ela também. Saí do banho e vesti um roupa de "andar por casa" - calças de treino e um camisola de alças azul - e fui tomar o pequeno-almoço. A minha irmã Cláudia já estava levantada e colada à televisão, fui à cozinha peguei numa taça, enchi com cereais e leite e juntei-me a ela junto da televisão.

Hoje não me apetecia fazer nada, supostamente devia estar a preparar a mala para a viagem que já não iria fazer e por isso fui para o meu quarto e apenas estive a afinar a guitarra. Passado um bocado tocam à porta e fui abrir, porque a minha irmã nem se dá ao trabalho,  era a Vera:
- Então míuda, que se passa?
- Vamos para o meu quarto e eu conto-te tudo.
(fomos para o meu quarto e eu contei-lhe tudo do Gonçalo e do Nuno, ela ao inicio ficou chocada, depois preocupada e por fiz apenas triste).
- Eu compreendo, mas tu sabes que fugir não é solução?
- Sim eu sei, mas não consigo falar com ele agora, tenho que pensar e por a ideias em ordem...
- Eu sei amor, por isso é que fiz o que me pediste e sabes que mais a Clara ficou radiante, acho que ela gosta mesmo dele.
- Pois...
- Não te disse isto para sofreres mas sim para te ajudar, pois assim é mais fácil esquece-lo, eu sei que é isso que tu queres fazer.
- Como é que sabias??- disse com uma certa ironia- Tu conheces-me tão bem, só uma coisa já fizeste a mala?
- Yap, fiz ontem à noite para ficar despachada, ai, estou ansiosa para poder estar com o Bruno...
- Ai, ai o amor! Ainda bem, queres almoçar cá?
- Se não incomodar.
Nesse momento chegam os meus pais e oiço-os a chamar-me, quando chego à sala com a Vera atrás, vejo que eles estão com umas caras:
- Meninas precisamos de falar - disse a minha mãe
- Bem então é melhor eu ir embora - disse a Vera.
- Não é preciso querida, acho que depois do que temos para dizer a Joana vai precisar de ti.
- Mas vocês vão dizer de uma vez por todas? - disse.
- Acalma-te filha - disse o meu pai.
- É melhor sentarem-se - disse a mãe.
Por isso eu e a Vera sentamo-nos ao lado da Cláudia.
- E agora já podem dizer? - perguntei
- Bem como sabem esta vinda para Lisboa não era definitiva...
- Então vamos voltar para Coimbra? - disse a Cláudia quase a gritar
- Não, não é isso o vosso pai teve uma proposta de emprego irrecusável, queres continuar Carlos?
- Por isso vamos ter de ir para fora do país e desta vez o Afonso também vai, nós ja falámos com ele e aliás ele vai já comigo.
- Mas vocês não mudaram também por causa do emprego do vosso pai? - sussurou-me a Vera.
- Sim, mas foi porque a empresa foi transferida para cá - sussurei-lhe tambem
- Então para onde vamos? - perguntou a Cláudia já impaciente.
- Essa é a melhor parte, vamos para um país lindo e acho que tu vais gostar muito, aliás vão gostar as duas - e dito isto a minha mãe olhou para o meu pai.
- Vamos para Londres!!
- Iupi! Eu vou para Londres! OMG tenho que ir já contar às minhas amigas, obrigada mãe, obrigada pai adoro-vos - disse a Cláudia saindo disparada para o quarto, deixando-me a mim, aos meus pais e à Vera na sala.
- Filha estás bem? - perguntou a minha mãe
Olhei para ela, depois para o meu pai e por fim para a Vera, que me sorriu.
Eu disse ou melhor gritei:
- 'Tás a gozar? Isto foi a melhor coisa que me aconteceu nestes ultimos dias - desatei a dar pulos de contente com a Vera.
- OMG amiga, tu vais para Londres! -disse ela a gritar tambem
 Nem queria acreditar, eu Joana Filipa Gonçalves vou para Londres! É claro que ia ter saudades da Vera e da Marta mas também sei que vou poder continuar a falar com elas no facebook ou no msn.
Fui para o quarto com a Vera, que estava mais entusiasmada do que eu:
- OMG, sabes uma coisa, TU vais para Londres!!!
- A sério? Ainda não tinha chegado lá.
- Vai ser lindo! Assim vais poder ir para um escola de desenho, lá há buésss!
- Ya, vai ser awesome!
- E já agora quando é que vais?
- Ah! Não sei, espera já volto...
Fui até à sala, perguntar aos meus pais:
- Vamos no final deste período, queremos que passes de ano, para não começares lá a meio do ano e sabes um coisa eu e teu pai estivemos a falar e concordamos em deixar-te ir para uma escola de artes, que te parece?
- A sério? Isso é brutal...
Corri de volta ao quarto e foi aí quando olhei para a Vera, quando a palavras me "bateram" mesmo, eu ia acabar este período cá, ou seja ia voltar a ver o Nuno...
Entrei, sentei-me na cama e suspirei, a Vera sentou-se ao meu lado e apenas disse:
- Vá conta lá...
- Vou só no final do período, ou seja vou voltar a ver o Nuno.
- Eu sei, não queres falar com ele mas já sabias que isso ia acontecer, por isso só tens que erguer a cabeça e seguir em frente!
- Isso, posso ignorá-lo!
- Pois isso também. Bem fofinha, tenho de ir para a estação de autocarros, os meus pais já lá estão à espera com as coisas, eu depois dou novidades ok?
- Sim vai lá, aliás eu acompanho-te à porta.
- Ok
Depois de ela sair, fui para o quarto desenhar pessoas da minha memória (desenhei a Vera e a Marta) pois queria levar comigo para Londres.

[Vera on]


Apanhei o táxi e fui para a paragem de autocarro:
- Estou aqui, desculpem o atraso! - gritei e quando chegei ao pé deles disse - Já estamos todos não é?
- Não falta a Joana...- disse o Nuno
- Pois era isso que eu queria dizer, ela não vem.
- Ela não vem! 'Tás a gozar, mas ela já pagou!
- Eu sei por isso é que ela me pediu para convidar a...
- Desculpem o atraso, mas como só me convidaram em cima da  hora - e olhou para mim.
- Ela disse para convidares a Clara? - Nuno
- Siim! Ela não foi uma querida? - Clara
- Ya, tens razão ela foi uma querida - disse o Nuno com uma certa desilusão patente na voz
- Bem vamos então?

[Vera off]

As  férias passaram a correr, passei a maior parte no parque a desenhar ou em casa a tocar ou a ver filmes com a minha irmã e ao final do dia falava com o meu irmão que já estava em Londres com o meu pai.
Amanha já vou à escola, e para pior dos meus males o Nuno também ia lá estar, eu não quero falar com ele mais isso não é possivel...


Bem espero que gostem e agora só ponho o próximo capítulo quando tiver 4 comentários!

Kiss da Joana

8 comentários:

  1. Assim vais ter de por o próximo capitulo rápido!

    ResponderEliminar
  2. e com isto faz 4. agora quero mais um capitulo desta historia originalmente awesome

    ResponderEliminar
  3. Oh! isso não vale, eu ainda quero os 4 comentários pessoal please comente!!


    Vou pensar no teu caso gemea ;P

    ResponderEliminar
  4. Comecei hoje e já estou a adorar tens mesmo que por mais!

    ResponderEliminar
  5. A história está muito gira mesmo, tens que continuar!

    ResponderEliminar